Educação Municipal

Discutir e reformular o plano municipal de educação.
Para Moisés Barboza, alunos que não sabem a matéria não devem passar de ano.

Ele defende que os alunos com bons rendimentos sejam incentivados com acesso a programas no contra turno escolar.

O sistema educacional não pode ser tão permissivo e irresponsável, valores como o respeito ao próximo devem ser resgatados. A cultura do “não dá nada” não pode continuar sendo uma realidade entre os jovens portoalegrenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.